Presidenciais

Voto antecipado. 50% dos inscritos escolheram um concelho diferente daquele em que estão recenseados

Ministro da Administração Interna elogiou o comportamento dos eleitores que exerceram voto antecipado para as eleições presidenciais de 24 de janeiro.

Eduardo Cabrita fez um balanço positivo da forma como decorreu esta votação antecipada para as eleições presidenciais de 24 de janeiro.

"Passamos de 50 mil votantes em 2019, que já de si era um recorde absoluto de votação antecipada, para - não temos números finais - quase 250 mil inscritos. Há cidadãos que, se não fosse este sistema de voto, nunca votariam nestas eleições, porque cerca de metade dos que se inscreveram para voto antecipado estão a fazê-lo fora do seu local de recenseamento", disse.

O ministro da Administração Interna admitiu a possibilidade de um reajustamento das medidas de combate à pandemia de covid-19, mas elogiou o comportamento dos eleitores que exerceram voto antecipado para as eleições presidenciais de 24 de janeiro.

"Aquilo que eu verifiquei aqui [no Barreiro] foi o respeito por todas as regras. Todos os eleitores estavam com máscara. Foi respeitado o distanciamento", disse Eduardo Cabrita pouco depois de ter exercido o direito de voto, antecipado, na Biblioteca Municipal do Barreiro.

  • 2:46