Crise Migratória na Europa

Portugal recebeu 23 crianças e jovens de campos de refugiados gregos

Uma criança brinca no corredor de um abrigo para migrantes da América Central no Texas, Estados Unidos.

Carlos Jasso

Portugal já acolheu 143 crianças e jovens não acompanhados provenientes de campos de refugiados da Grécia.

Portugal recebeu esta terça-feira 23 crianças e jovens estrangeiros que estavam em campos de refugiados na Grécia, tendo sido acolhidos nas cidades de Braga, Fundão e Lisboa, anunciou o Governo.

As crianças e os jovens, não acompanhados, foram acolhidos em Portugal ao abrigo do Programa de Recolocação Voluntária e são naturais do Afeganistão, Bangladesh, Egito, Gana, Iraque, Paquistão e Sudão, refere um comunicado conjunto dos gabinetes dos ministros de Estado e da Presidência, da Administração Interna e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Com a chegada deste grupo, Portugal acolheu, à data, 143 crianças e jovens não acompanhados provenientes de campos de refugiados da Grécia.

A nota evoca que, em março de 2020, o Governo grego e a Comissão Europeia lançaram o apelo para "a recolocação de cerca de 5.500 crianças e jovens que se encontravam na Grécia".

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia