Crise nos combustíveis

“O sindicato terá que explicar ao país por que se recusou a ir para uma mediação”

“O sindicato terá que explicar ao país por que se recusou a ir para uma mediação”

Declarações de André Matias de Almeida, da ANTRAM.

Chamada ao Ministério das Infraestruturas esta terça-feira, a ANTRAM esperava condições para negociar com o Sindicato de Motoristas de Matérias Perigosas, mas foi surpreendida pela recusa na mediação.

Aos jornalistas, André Matias de Almeida esclareceu que não foram colocadas restrições à mediação, e que os patrões estavam disponíveis para alargar amplamente as “balizas” da mediação.

“Fomos chamados para informar que o sindicato não aceita o processo de mediação, quer impor condições (…). O que aconteceu não passou de mais um número que lamentamos profundamente”, revelou, afirmando ainda que o sindicato terá agora que explicar ao país o motivo da recusa.