Coronavírus

Presidente da República e Governo voltam a contradizer-se

Ministra da Saúde admite recuos, Marcelo recusa novo estado de emergência.

Saiba mais...

O Presidente da República e o Governo voltaram a fazer afirmações aparentemente contraditórias sobre um eventual regresso ao confinamento geral.

Marcelo Rebelo de Sousa repetiu, uma vez mais, que recusa um cenário de regresso ao estado de emergência. No entanto, a ministra da Saúde garante que, se for preciso, o Governo voltará atrás e não hesitará em recorrer a "travões-de-mão".

Esta terça-feira, o Presidente da República desdramatizou e disse que a situação está longe da que o levou a decretar a medida no passado.

"Estamos muito longe dos números que eu falava na altura em que renovei o estado de emergência", afirma Marcelo Rebelo de Sousa.

Já Marta Temido admitiu ontem a hipótese de serem impostas mais restrições devido ao aumento de casos de covid-19 e não descartou a possibilidade de avançar para um novo confinamento.