Coronavírus

Covid-19 na Índia. Doentes estão a ser tratados nas ambulâncias

Situação está a generalizar-se e é vista por alguns como um negócio.

Saiba mais...

O número diário de mortos por covid-19 na Índia atingiu um novo máximo, 3.980. Em 24 horas foram diagnosticadas mais de 420 mil infeções e os hospitais estão em rutura. Já o transporte de doentes está a ser alvo de preços especulativos.

Em vários hospitais, há doentes a ser atendidos dentro das ambulâncias, quando há meios materiais e humanos disponíveis. A situação está a generalizar-se e é vista por alguns como um negócio.

Em Nova Deli, o Governo local viu-se forçado a estabelecer limites aos preços especulativos que estão a ser cobrados pelos proprietários de ambulâncias privadas, ou outros transportes de doentes.

Em contraste, há cada vez mais voluntários a tentar mitigar o sofrimento gerado pela nova vaga. Num templo hindu em Gujarat, como já noutros locais de culto, foi erguido um hospital de campanha por iniciativa de particulares.

Com mais de 3,5 milhões de casos ativos, a crise pandémica está a deixar sem cuidados muitas crianças, cujos pais ou cuidadores morreram ou estão doentes. São cada vez mais frequentes os pedidos às ONG para localizarem e acolherem menores.

  • 8:23
  • 2:07