Coronavírus

Surto na Casa do Artista: 21 casos ativos e 6 mortes

Esta sexta-feira a equipa médica vai ser reforçada mais uma vez.

Saiba mais...

Entre residentes e funcionários há 21 pessoas infetadas na Casa do Artista.

As restrições às visitas e ao convívio entre residentes começaram em março. Durante 11 meses, não houve casos de covid na instituição, onde moram cerca de 70 pessoas.

A brigada de intervenção rápida vai continuar a trabalhar. Esta sexta-feira haverá um reforço nas equipas de apoio e enfermagem, que o presidente da Casa do Artista, José Cabeleira, faz questão de elogiar.

"Estamos empenhados e tem tudo acontecido juntamente com a Segurança Social, com a Proteção Civil, Câmara de Lisboa, Junta de Freguesia. Todos deram as mãos e tem sido muito importante para contermos esta pandemia", afirma.

A resposta conjunta começou logo a 22 de janeiro, quando foram detetados os primeiros casos. A instituição mantém os testes frequentes às equipas e residentes. Entre os casos ativos, há oito pessoas hospitalizadas.

A Casa do Artista reservou para os infetados um piso do edifício em Carnide com entradas e saídas independentes.

Entre as vítimas deste surto, estão as atrizes Adelaide João, de 99 anos e Cecília Guimarães, de 93, além da cantora lírica Maria Andrea Gaspar, nascida em 1929.