Coronavírus

“Só com os infetados de hoje vamos ter mais 200 pessoas a ir parar aos cuidados intensivos”

Entrevista SIC Notícias

Bruno Maia, neurologista e intensivista do Hospital de São José, em entrevista à SIC Notícias.

Saiba mais...

Portugal registou este sábado mais 274 mortes por covid-19 e 15.333 novos casos de infeção. Bruno Maia, neurologista e intensivista do Hospital de São José, explica que, aplicando o que já se sabe sobre a percentagem de doentes que vai parar a Unidades de Cuidados Intensivos, cerca de 1,5% “na melhor das perspetivas”, só com o número de novos infetados deste sábado haverá mais 200 pessoas a precisar de internamento em cuidados intensivos.

Um cenário que preocupa o intensivista devido à falta de meios e recursos humanos, questionando onde é que estas pessoas vão ser internadas, “em que camas?”. O especialista explica ainda que a falta de capacidade está já a comprometer o cuidado dos doentes covid e não covid.

“Já estamos no limite. O limite é um processo que se vai agravando progressivamente. O mais importante é passar a mensagem que já não temos recursos e condições para oferecer cuidados de qualidade”, sublinha.

“Não preparámos o pior dos cenários e estamos a vivê-lo”, conclui.