Coronavírus

Covid-19. Desconfiança em relação à vacina pode ser obstáculo na criação da imunidade de grupo 

António Soares

António Soares

Edição de Imagem

Especialistas sublinham que estes medicamentos só são aprovados depois de um processo muito rigoroso e que cumprem todos os requisitos de qualidade e segurança.  

Saiba mais...

Até ser distribuída no Reino Unido, a vacina da Pfizer passou por um meticuloso processo de investigação e aprovação em tempo recorde.

O carácter urgente deste problema de saúde pública acelerou os procedimentos, num esforço conjunto entre ciência, indústria e poder político. Mas especialistas asseguram que a vacina cumpre todos os requisitos de segurança e qualidade e que não há nenhum medicamento que não tenha algum risco.

Os efeitos adversos reportados são sinal de que o sistema de monitorização está a funcionar. Especialistas defendem uma comunicação clara e eficaz para evitar que a desconfiança ou os movimentos anti vacinas tenham impacto no objetivo de alcançar a imunidade de grupo.

Em Portugal, a vacinação contra a covid-19 será voluntária. A campanha deve arrancar ainda este ano, após aprovação da Agência Europeia do Medicamento.