Coronavírus

Covid-19. Vacina será "universal, facultativa e gratuita". Governo prevê gastar até 200 milhões de euros

DADO RUVIC

Plano de vacinação será apresentado esta quinta-feira.

Especial Coronavírus

O Governo estima que o montante global gasto nas vacinas contra a Covid-19 pode chegar aos 200 milhões de euros em Portugal, avançou esta quarta-feira a ministra da Saúde, Marta Temido. Em relação às doses, podem ser necessárias mais de 22 milhões.

António Costa, Marta Temido e vários ministros e secretários de Estado dos gabinetes da Defesa, da Administração Interna e da Saúde estiveram reunidos com a equipa que está a coordenar o plano de vacinação.

O processo de vacinação será longo, afirmou a ministra, e, por isso, Portugal tem de garantir que não se afasta do cumprimento das regras.

A vacina será universal, destinada a todos os que tiverem indicação clínica, facultativa e gratuita. Numa primeira instância, a vacina só será administrada pelo Serviço Nacional de Saúde, excluindo as farmácias.

"Admitimos a possibilidade de vários cenários. Num primeiro momento, haverá maior escassez de vacinas, mas depois devemos passar para um cenário de maior abrangência ao longo de 2021 e também deve haver a expansão dos pontos de administração.", afirmou."

Marta Temido sublinhou que o processo acalenta esperança, acrescentando, no entanto, que o caminho deve ser feito com cautela.

O plano nacional de vacinação contra a Covid-19 vai ser apresentado esta quinta-feira.

Vacina da Pfizer poderá chegar a Portugal a 1 de janeiro

A vacina contra a covid-19 da Pfizer e BioNTech poderá chegar a Portugal no dia 1 de janeiro de 2021, três dias depois da aprovação da Agência Europeia do Medicamento, que está prevista para 29 de dezembro.

O anúncio foi feito esta quarta-feira pela diretora-médica da Pfizer Portugal, em entrevista à RTP.

Numa primeira fase, está previsto que sejam vacinados 300 mil portugueses.

Segundo Susana Castro Marques, a farmacêutica vai assegurar todas as etapas do transporte e distribuição da vacina, desde a fábrica de produção até aos locais de vacinação estabelecidos pelas autoridades portuguesas.

COMO ATUA A VACINA CONTRA A COVID-19?

A vacina contra a covid-19, tal como as outras vacinas, tem como principal característica a capacidade de combater o vírus, replicando o que faz o sistema imunitário quando é infetado.

Mas afinal, o que acontece partir do momento em que a vacina é injetada?

  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro

  • Obrigado!

    Desafios da Mente

    As pessoas que sentem mais gratidão apreciam, de forma mais geral, os aspetos positivos em si e no mundo. Este fator confere um papel-chave à gratidão na determinação da saúde mental, uma vez que a depressão traz uma visão negativa sobre o próprio, o mundo e o futuro. Pelo contrário, a gratidão pode formar uma tríade positiva que compreende visões positivas sobre o próprio, o mundo e o futuro (otimismo).