Coronavírus

Covid-19. Militares do exército já estão a fazer inquéritos de rastreio no Norte

Luís Dinis

Luís Dinis

Repórter de Imagem

Lúcia Amorim

Lúcia Amorim

Editora de Imagem

Tiverem três dias de formação.

Saiba mais...

Está a funcionar nas instalações da ARS Norte mais um gabinete de rastreio de contactos Covid-19. O espaço foi adaptado para permitir que através dos inquéritos epidemiológicos seja possível isolar os casos confirmados e os respetivos contactos de alto risco em tempo útil.

Os inquéritos estão a ser realizados por militares do Exército, que tiveram três dias de formação. Por dia, têm sido realizados perto de 500 inquéritos.

Ao todo, o projeto conta com cerca de 100 pessoas, entre militares, técnicos superiores das várias autarquias e profissionais de saúde, como médicos dentistas.