Coronavírus

Covid-19. França anuncia plano para levantar medidas de contenção

Ricardo Tenreiro

Ricardo Tenreiro

Editor de Imagem

O confinamento será levantado mas permanece o recolher obrigatório durante a noite.

Saiba mais...

O pico desta segunda vaga de Covid-19 já foi ultrapassado em França. O confinamento poderá ser levantado a 15 de dezembro, para passar a haver recolher obrigatório às 21h00. Mas, para que isso aconteça, é preciso que os números continuem a descer.

As medidas vão passar a ser mais ligeiras a partir de 28 de novembro, quando abrem as pequenas lojas não essenciais. Já os restaurantes e bares vão permanecer fechados até 20 de janeiro, para desespero do setor.

Na Suécia, onde a estratégia de combate à pandemia tem sido diferentes dos restantes países, passam a ser proibidos ajuntamentos com mais de oito pessoas em espaços públicos. Esta é a medida mais rígida tomada até agora.

Na Coreia do sul, o número de novos casos por dia ronda os 300 e o Governo avançou com ordem de fecho dos restaurantes e bates a partir das 21h00. Também em Hong Kong os estabelecimentos de diversão noturna ficam de porta fechada até dia 3 de dezembro. Um surto numa discoteca provocou a maioria dos 80 casos mais recentes.

O dia de Ação de Graças, nos Estados Unidos, é uma preocupação para as autoridades norte-americanas que já apelaram à população para ficarem em casa. Nos últimos 15 dias, o número de internados subiu quase 50%.

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia