Coronavírus

Portugal com novo máximo: mais 40 mortes e 4.656 casos de Covid-19 em 24 horas

Registado também o valor mais alto de doentes internados em Cuidados Intensivos desde o início da pandemia.

Especial Coronavírus

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim diário desta sexta-feira que há mais 40 mortes e 4.656 novos casos de covid-19 em Portugal.

O número de mortes subiu de 2.428 para 2.468, mais 40 do que na quinta-feira -19 ocorreram na região Norte, 13 em Lisboa e Vale do Tejo, 3 na região Centro, 3 no Alentejo e 2 no Algarve.

Já o número de infetados subiu de 132.616 para 137.272, mais 4.656 casos nas últimas 24 horas.

Portugal regista também um novo máximo de doentes internados em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) desde o início da pandemia de covid-19, com 275 pessoas hospitalizadas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O valor máximo de internamentos em cuidados intensivos foi registado em 07 de abril, dia em que 271 pessoas estavam nestas unidades hospitalares com covid-19.

Em relação ao total dos internamentos hospitalares, o número continua a subir desde há mais de uma semana, estando agora hospitalizadas 1.927 pessoas, mais 93 do que na quinta-feira, das quais 275 (mais seis) estão em Unidades de Cuidados Intensivos.

Quanto a doentes recuperados há mais 1.747, totalizando 77.449 desde o início da pandemia.

Números em cada região

A região Norte continua a registar o maior número de novas infeções diárias, hoje com mais 2.831 casos, totalizando 61.427.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 1.357 novos casos de infeção, contabilizando a região 57.937 casos.

Na região Centro registaram-se 334 novos casos, contabilizando 11.735 desde o início da pandemia.

No Alentejo foram registados mais 65 casos de infeção, totalizando 2.673.

A região do Algarve tem hoje notificados mais 57 casos de infeção, somando 2.699 casos.

Na Região Autónoma dos Açores foram registados mais 8 casos nas últimas 24 horas, somando 366 infeções detetadas e nenhuma morte.

A Madeira registou 4 novos casos nas últimas 24 horas, contabilizando 435 infeções. Não registou nenhuma morte.

Género e faixa etária

Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções.

No total, o novo coronavírus já afetou em Portugal pelo menos 62.338 homens e 74.934 mulheres, de acordo com os casos declarados.

Do total de vítimas mortais, 1.264 eram homens e 1.204 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.

Circulação entre concelhos limitada até terça-feira

A circulação de pessoas para fora do concelho de residência está limitada em Portugal desde as 00:00 desta sexta-feira, até às 06:00 de terça-feira, no âmbito das medidas para conter a pandemia de covid-19.

A medida decretada pelo Governo vai vigorar num período que inclui o Dia de Todos os Santos, no domingo, 1 de novembro, e o Dia de Finados, no dia seguinte, quando muitos portugueses se deslocam aos cemitérios.

A fiscalização vai ser apertada até terça-feira e quem não seguir as regras, incorre num crime de desobediência, punível com uma coima que pode chegar aos 500 euros.

Recolher obrigatório entre as medidas propostas pelo Governo

O Governo quer decretar o recolher obrigatório, restrições específicas para cada concelho, dependendo do grau de risco, e o teletrabalho obrigatório, como medidas para evitar a propagação do novo coronavírus.

Ao que a SIC apurou, estas são as três medidas que o Executivo está a apresentar aos partidos com assento parlamentar, nas reuniões que decorrem esta sexta-feira.

A dúvida agora é se é necessário voltar a decretar o estado de emergência, não para impor o confinamento geral de março e abril, mas para dar ao Governo o enquadramento legal que lhe permita pôr em prática medidas mais restritivas.

Costa diz que nenhuma medida está excluída, Marcelo exige consenso

O primeiro-ministro afirmou esta quinta-feira que o Governo não exclui nenhuma medida contra a covid-19, mas frisou que a luta contra a pandemia é uma corrida de fundo e as medidas devem ser modeladas em função da necessidade.

Esta sexta-feira António Costa recebe os partidos com representação parlamentar para procurar um consenso para a adoção de medidas imediatas de combate à pandemia e amanhã, sábado, reúne-se o conselho de ministros extraordinário, em que o Governo se prepara para discutir também a hipótese de confinamentos parciais nos casos em que o nível de risco o justifique.

Pelo menos 1,175 milhões de mortos em todo o mundo

A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 1.175.992 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço diário da agência France-Presse.

Mais de 44.561.260 pessoas foram infetadas pelo novo coronavírus em todo o mundo, segundo o balanço, feito às 11:00 TMG (12:00 em Lisboa) de hoje com base em fontes oficiais.

Pelo menos 29.949.000 pessoas foram consideradas curadas de covid-19, acrescenta a agência francesa, sublinhando que os números oficiais refletem apenas parte do número real de contaminações no mundo.

Alguns países só testam os casos graves, outros utilizam os testes sobretudo para rastreamento e muitos países pobres dispõem de capacidades limitadas de testagem.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global

  • 15,618

    Opinião

    É este o número oficial de árbitros e juízes federados que existem em Portugal, de acordo com a última informação disponível (de 2018).

    Duarte Gomes