Coronavírus

Covid-19. Austrália inverte tendência e termina o confinamento obrigatório

Na Índia o número de novos casos diários de infeção começou a diminuir.

Especial Coronavírus

Num cenário onde a maior parte dos países está a voltar a impor regras de confinamento para conter a Covid-19, no estado de Victória, na Austrália, levantou o confinamento obrigatório, depois de quatro meses. Em Melbourne, a segunda maior cidade do país, a noite foi de festa.

Milhares de bares e lojas reabriram esta quarta-feira e mais de 180 mil pessoas puderam regressar ao trabalho presencial. No entanto ainda há regras para cumprir: para além do uso obrigatório de máscara em todos os locais, os habitantes de Melbourne não podem afastar-se mais de 25km de casa.

As autoridades consideram que o sacrifício feito durante os quatro meses permitiu eliminar as cadeias de contágio.

Na índia, um dos países com maior número de casos ativos, o número de novas infeções começou a diminuir. Nas últimas 24 horas foram registados pouco mais de 43 mil novos casos. No total há quase oito milhões de casos e 120 mil vítimas mortais.

No Irão, o número de mortes registado nas últimas 24 horas foi o mais alto de sempre: 450 óbitos. O país contabiliza já 33 mil mortes por Covid-19.

Na prefeitura de Kashgar, na China, já foram testados os quase cinco milhões de habitantes depois de ter surgido um surto durante o fim de semana passado. Cerca de 200 casos foram confirmados e estão em isolamento.