Coronavírus

Covid-19. Alemanha vai impor confinamento parcial durante um mês para combater a pandemia

Fabrizio Bensch

Medida entra em vigor na próxima segunda-feira e termina no final de novembro.

Especial Coronavírus

A Alemanha vai impor confinamento parcial durante um mês para combater a pandemia da covid-19.

O país registou, nas últimas 24 horas, 14.964 novos casos de covid-19, o número mais alto desde o início da pandemia, numa altura em que o Governo se prepara para adotar medidas mais drásticas.

Angela Merkel esteve reunida reunida com os líderes dos 16 estados federados. O Governo alemão tenta evitar um confinamento generalizado, por isso durante um mês estará em vigor um confinamento parcial do país.

A medida entra em vigor na próxima segunda-feira, dia 2 de novembro, e termina no final de novembro. Os restaurantes, bares e espaços culturais vão encerrar e os ajuntamentos estão limitados a 10 pessoas de duas familias diferentes. As escolas e lojas vão permanecer abertas, desde que cumpram o distanciamento social.

Há, no entanto, dois distritos, na região da Baviera, onde o confinamento geral já vigora.

O ministro da Saúde alemão, Jens Spahn, que se mantém em casa em isolamento, depois de ter contraído a doença, disse esta quarta-feira à rádio pública SWR, que, "se as unidades de cuidados intensivos encherem, já é demasiado tarde", apelando à necessidade de diminuir os contágios.

Merkel sublinhou ainda que deverão ser limitados ao mínimo os contactos sociais e as reuniões entre pessoas que não convivem. Adiantou ainda que todas as competições desportivas profissionais vão decorrer sem púbico a partir de segunda-feira.

  • 15,618

    Opinião

    É este o número oficial de árbitros e juízes federados que existem em Portugal, de acordo com a última informação disponível (de 2018).

    Duarte Gomes