Coronavírus

Covid-19 na Europa. Há novos máximos a cada dia que passa

Bélgica passou a ser o país com maior taxa de contágios per capita.

Especial Coronavírus

A Bélgica tornou-se o país com maior taxa de contágio per capita, numa Europa que atinge máximos diários de infeção a cada dia. Na Rússia há um novo máximo de mortos por dia, assim como na Ucrânia. Na República Checa e na Polónia é o número de novos casos que continua a bater recordes. Na Alemanha, Angela Merkel quer medidas mais musculadas e em Espanha os médicos exigem melhores condições.

Depois de ultrapassar a República Checa, a Bélgica já registou mais de 11 mil mortes e tem atualmente mais de 5.500 doentes hospitalizados, dos quais 900 estão nos cuidados intensivos.

Com um pico de infeções previsto para o início de novembro, as autoridades preveem também que a capacidade máxima dos hospitais se esgote na primeira semana do próximo mês.

Na Alemanha foi atingido um novo máximo de infeções em 24 horas. A região da Baviera a maior do país e a segunda mais atingida nesta nova vaga da pandemia tem dois distritos em confinamento.

Angela Merkel quer medidas musculadas no país para travar a pandemia, incluindo o encerramento de bares, restaurantes, ginásios e espaços culturais. O executivo quer manter as escolas e creches abertas, assim como as lojas mas como ocupação limitada.

Espanha vai a caminho das 17 mil hospitalizações por Covid-19. Cerca de 2.300 doentes estão nos cuidados intensivos. Esgotados, os médicos foram para a rua para exigir melhores condições de trabalho. Queixam-se que a pandemia expôs as deficiências do sistema de saúde.

Na Rússia e na Ucrânia houve novos máximos do número de mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Na República Checa e na Polónia foram atingidos máximos diários de infeção.