Coronavírus

Presidente dos EUA admite rejeitar regras da agência norte-americana do medicamento

Donald Trump diz que a Casa Branca pode não aprovar as novas regras da FDA para a aprovação de vacinas.

Especial Coronavírus

A pouco mais de um mês para as eleições presidenciais, o presidente dos estados unidos tem exigido a aprovação rápida de uma vacina. Mas a FDA - agência norte-americana do medicamento - suspeita de interferência da administração Trump nos processos de aprovação. Por isso, deciciu apertar as regras.

O presidente norte-americano admite que pode não vir a aprovar as novas medidas impostas pela FDA. No país, o número de casos confirmados de covid-19 já ultrapassou os 7 milhões.

A Bolívia é o sexto país mais afetado da América do Sul. O cemitério de La Paz esteve fechado seis meses e reabriu agora por cinco dias, tempo que terá de ser suficiente para que os familiares das vítimas de covid-19 consigam fazer o funeral.

Em Israel, o numéro de casos não para de aumentar. Em média têm surgido por dia cerca de 7 mil novos casos. O governo viu-se obrigado a decretar confinamento total a parte desta sexta-feira.

No Canadá, há quase 150 mil infetados e o primeiro-ministro já admitiu que o país está a passar por uma segunda vaga.