Coronavírus

Portugal com mais 2 mortes e 235 novos casos de Covid-19

Armando Franca

O último balanço da DGS.

Especial Coronavírus

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta sexta-feira a existência de 1.772 mortes e 53.783 casos de Covid-19 em Portugal, desde o início da pandemia.

O número de mortes subiu de 1.770 para 1.772, mais 2 do que na quinta-feira. Já o número de infetados aumentou de 53.548 para 53.783, mais 235.

O número de pessoas internadas é de 348, menos 10 do que na quinta-feira, e nos cuidados intensivos estão 41 pessoas, mais 2.

O número de doentes dados como recuperados de covid-19 voltou a aumentar nas últimas 24 horas para 39.374, mais 197 do que na quinta-feira.

A região de Lisboa e Vale do Tejo totaliza esta sexta-feira 27.794 casos de covid-19, mais 149 do que no dia anterior.

SEIS CONCELHOS DA REGIÃO DE LISBOA REFORÇAM EQUIPAS DE COMBATE À COVID-19

MÁRIO CRUZ

As equipas multidisciplinares de combate à covid-19 vão ser reforçadas em seis concelhos da Área Metropolitana de Lisboa.

Segundo a informação avançada pelo sub-diretor-geral da DGS ao jornal de Público, Almada, Seixal, Barreiro, Moita, Setúbal e Vila Franca de Xira representam um risco acrescido de casos de infeção, devido à densidade populacional e aos níveis socioeconómicos instáveis.

O reforço acontece depois do aumento substancial de novos casos na região. Na mesma altura em que o presidente de médicos saúde pública fala em falta de médicos nos cuidados primários.

UE assegura 400 milhões de doses de potencial vacina de Oxford contra a Covid-19

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, anunciou esta sexta-feria que a União Europeia assegurou a compra da potencial vacina contra a Covid-19 que está a ser desenvolvida pela farmacêutica AstraZeneca e Universidade de Oxford, uma das cinco mais avançadas.

"A Comissão Europeia concluiu o primeiro acordo de compra de até 400 milhões de doses da futura vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca. Estamos empenhados em garantir a saúde dos europeus e dos nossos parceiros a nível mundial".

O acordo prevê a compra de 300 milhões de doses da vacina em nome dos Estados-membros.da UE, com uma opção de compra de mais 100 milhões, caso a vacina se revele eficaz.

Em comunicado, a Comissão Europeia revelou ainda que continua a discutir acordos semelhantes com outros fabricantes de vacinas.

Veja também:

Links úteis

Mapa com os casos a nível global