Coronavírus

Dexametasona é usada em Portugal há muitos anos

Fármaco é apontado como um "avanço científico" no combate às formas mais graves da Covid-19.

Especial Coronavírus

O fármaco, que é agora apontado como um "avanço científico" no combate às formas mais graves da Covid-19, já é usado há muitos anos em Portugal.

"É um medicamento que é conhecido, que já está em utilização, o medicamento é utilizado não necessariamente só para estes doentes, mas ele tem utilizção no SNS", explicou Rui Santos Ivo, presidente do Infarmed.

Só nos primeiros quatro meses do ano foram usadas 200.000 unidades de dexametasona em Portugal.

  • Marcelo Rebelo de Sousa: aprender a perder para depois ganhar o país

    Presidenciais

    Marcelo Rebelo de Sousa foi um predestinado. Nasceu e cresceu à boleia da ditadura, mas a sua luta foi pela democracia. Parecia não alimentar a vontade de alcançar altos cargos políticos e chegou mesmo a invocar o nome de Deus em vão: "Nem que Cristo desça à Terra!", dizia Marcelo. Declarou também que dez anos como Presidente da República era muito tempo. Mas ei-lo de novo a contrariar-se e a seguir o caminho que já lhe vinha a ser apontado.

    Ana Luísa Monteiro

  • Obrigado!

    Desafios da Mente

    As pessoas que sentem mais gratidão apreciam, de forma mais geral, os aspetos positivos em si e no mundo. Este fator confere um papel-chave à gratidão na determinação da saúde mental, uma vez que a depressão traz uma visão negativa sobre o próprio, o mundo e o futuro. Pelo contrário, a gratidão pode formar uma tríade positiva que compreende visões positivas sobre o próprio, o mundo e o futuro (otimismo).