Coronavírus

António Costa: "Esperem, mas não deixem de pensar nas férias de verão"

RODRIGO ANTUNES

O primeiro-ministro admite não ter data para levantar as restrições, mas que até ao verão a situação estará “suficientemente controlada”.

Saiba mais...

Em entrevista ao Observador, o primeiro-ministro afirmou esta terça-feira que “não querendo correr o risco de ser otimista, diria que talvez esperem mais umas semanas, mas não deixem de pensar nas férias de verão”.

António Costa, que prefere não antecipar uma data para se começarem a retirar as restrições colocadas ao país na sequência da pandemia de Covid-19, acredita que até ao verão a situação estará “suficientemente controlada para termos férias e as podermos gozar o melhor possível”.

Ainda assim, o primeiro-ministro faz um apelo para que os portugueses optem por passar as férias “cá dentro”, explicando que assim “estamos mais seguros”.

Sobre o processo de regresso à normalidade, informa ainda que terá de ser feito de forma gradual e progressiva, e que teremos “um país a várias velocidades”, assumindo a hipótese de restrições diferentes em diversas partes do país.

Na mesma entrevista, o primeiro-ministro abre a porta à nacionalização da TAP, dizendo que não há razões concretas para que o Estado não possa usar as ferramentas que tem ao seu dispor.

No final, Costa enalteceu o "bom senso inato" dos portugueses na forma como estão a enfrentar a pandemia, considerando que este "é o momento em que não podemos desistir".

ACOMPANHE AQUI AO MINUTO TODA A INFORMAÇÃO SOBRE A COVID-19