Coronavírus

TAP aplica lay-off mas paga complementos para os salários mais elevados

TAP aplica lay-off mas paga complementos para os salários mais elevados

Vai haver trabalhadores da companhia aérea a receber mais de 1.905 euros, o limite máximo comparticipado pela Segurança Social.

Especial Coronavírus

A TAP vai aplicar o regime de lay-off, mas vai pagar um complemento para os salários não baixarem muito. Isto significa que vai haver trabalhadores da companhia aérea a receber mais de 1.905 euros, o limite máximo comparticipado pela Segurança Social.

Uma medida que beneficia os funcionários com salários mais altos, como os pilotos.

Por exemplo, um funcionário de outra empresa, que não paga complemento de salário e que adote o regime normal, recebendo mensalmente 4 mil euros brutos, vê o salário limitado a 1.905 euros, isto é, menos de metade.

No caso da TAP, um funcionário com o mesmo salário recebe qualquer coisa como 2600 euros, antes de impostos.