Coronavírus

Covid-19: Mais de 400 mil britânicos ofereceram-se para ajudar serviço de saúde

ANDY RAIN

Anúncio feito por Boris Johnson.

Especial Coronavírus

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson disse esta quarta-feira que mais de 400 mil pessoas se voluntariaram para ajudar o Serviço Nacional de Saúde britânico a lidar com a crise do coronavírus.

Esta foi a resposta dos cidadãos do Reino Unido, em apenas 24 horas, a um apelo lançado pelo Governo. Durante o anúncio, Boris Johnson quis deixar uma palavra de agradecimento:

"Quero deixar um agradecimento especial a todos os que agora se ofereceram para ajudar o National Health Service (Serviço Nacional de Saúde). (...) Quando lançamos o apelo na noite passada, esperavamos ter 250 mil voluntários ao longo dos dias, mas posso dizer que apenas em 24 horas, 405 mil pessoas responderam à chamada".

Decretado confinamento obrigatório no Reino Unido devido à pandemia de covid-19

O primeiro-ministro, Boris Johnson, ordenou na segunda-feira que a população do Reino Unido fique confinada por pelo menos três semanas, ordenando também o encerramento de todas as lojas e serviços não essenciais.

O parlamento britânico também vai encerrar durante quase um mês, a partir da noite desta quarta-feira, e os deputados serão enviados para casa uma semana antes do período habitual de férias da Páscoa devido à pandemia da Covid-19.

SIGA AQUI AO MINUTO AS ÚLTIMAS INFORMAÇÕES SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Veja também: