Cimeira do Clima COP26

COP 26: Confirmada participação do primeiro-ministro indiano Modi

EDUARDO MUNOZ

Narendra Modi considera tratar-se de uma oportunidade chave para "traçar o caminho a seguir".

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, vai participar na cimeira do clima COP26, confirmou este domingo fonte do seu gabinete, considerando tratar-se de uma oportunidade chave para "traçar o caminho a seguir".

As autoridades da Índia, o terceiro maior emissor de gases de efeito estufa, atrás dos Estados Unidos e da China, indicaram que será feita uma nova oferta, mas sem dar detalhes, na cimeira que reúne mais de 120 líderes mundiais.

Esta que é a maior cimeira desde as negociações de 2015 em Paris, mas o Presidente chinês, Xi Jinping, e o Presidente russo, Vladimir Putin, já anunciaram que não vão marcar presença.

Enviados climáticos dos Estados Unidos, da União Europeia e dos organizadores da cimeira do Reino Unido visitaram Nova Deli várias vezes nas últimas semanas para encorajar o governo de Modi a fazer mais para reduzir as emissões de dióxido de carbono, segundo a agência AFP.

A Índia produz hoje a mesma quantidade de dióxido de carbono que a União Europeia, embora o consumo por pessoa seja dois terços menor, de acordo com a Agência Internacional de Energia, que espera que a recuperação económica pós-pandemia de 2021 faça com que as emissões de CO2 da Índia ultrapassem os níveis de 2019.

Desde a assinatura dos Acordos de Paris em 2015, a transição para uma economia e energia mais limpas progrediu, mas muito lentamente para limitar o aquecimento a 2°C, em comparação com o final do século XIX.

Em agosto, o último relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) alertava para o risco de atingir o limite de 1,5°C por volta de 2030, dez anos antes do previsto na anterior estimativa de 2018.

A Lei Europeia do Clima, que entrou em vigor em julho depois de um acordo alcançado entre o Parlamento Europeu e a presidência portuguesa do Conselho da UE, consagra na legislação europeia o seu compromisso para com a neutralidade climática e a meta intermédia de reduzir as emissões líquidas de gases com efeito de estufa em, pelo menos, 55% até 2030.

A COP 26 realiza-se Glasgow, Reino Unido, de 31 de outubro a 12 de novembro.

Veja também: