Afeganistão

Fome ameaça mais de metade da população do Afeganistão  

Milhões de crianças entre as vítimas.  

A fome está a ameaçar mais de 20 milhões de afegãos, mais de metade da população do país, e as crianças estão entre as principais vítimas.

O alerta foi dado pelo diretor-executivo do Programa Alimentar Mundial, nas Nações Unidas.

Em Cabul, o maior hospital pediátrico tem recebido, sobretudo, bebés e crianças com fome. O cenário repete-se pelos hospitais do Afeganistão, onde se morre mais de má-nutrição do que qualquer outra doença.

Os hospitais também estão a ser afetados pela crise no país e a falta de alimentos, medicamentos e pessoal qualificado é uma realidade.

Antes dos talibã chegarem ao poder, a sobrevivência de milhões de pessoas dependia das ajudas da comunidade internacional, congeladas desde a retirada das forças ocidentais e da mudança de regime.

Veja também: