Afeganistão

Afeganistão. Bombeiro português continua no aeroporto de Cabul

O repatriamento ainda não aconteceu porque está à espera de ser substituído por americanos.

A secretária de Estado das Comunidades, Berta Nunes, garante que o português está em segurança e que deverá sair de Cabul entre hoje e amanhã.

"Hoje já foi contactado pela embaixada. Está bem e em segurança e referiu que estava à espera de ser substituído a qualquer momento. Esperamos que entre hoje e amanhã, o único português que permanece no aeroporto em funções possa ser substituído e possa deixar o Afeganistão."

Depois de dias complicados no aeroporto de Cabul, a situação está agora mais normalizada. Os portugueses, 16 ao todo, têm conseguido abandonar o país em segurança. Ultimamente com destino a Doha, no Qatar.

A participação de Portugal, passa agora pelo acolhimento de 50 refugiados do Afeganistão. Trinta colaboravam com a NATO. Vinte cooperavam com os serviços da União Europeia.

De acordo com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, "Portugal participará no esforço que nós fazemos no âmbito das Nações Unidas, da União Europeia e da NATO, para garantir proteção a todos aqueles que colaboraram connosco ao longo destes anos e que sintam a sua vida em perigo. Já estamos no plano técnico, e neste momento, para identificação de necessidades mais urgentes, no que diz respeito à proteção dessas pessoas, está praticamente garantida."

Decisões políticas que têm sido tomadas nos últimos dias pela Nato e Bruxelas. Um esforço que conta com a participação de Portugal.

VEJA TAMBÉM: