Economia

EDP Renováveis cai mais de 2% e empurra PSI-20 para terreno negativo

Das 18 cotadas do índice de referência da bolsa lisboeta, 12 encontram-se em terreno positivo, mas queda da EDP Renováveis impede ganhos do índice

O PSI-20 começou a sessão desta sexta-feira em terreno negativo, perdendo 0,75% para 5.081,18 pontos às 8h05. Das 18 cotadas do índice de referência da bolsa lisboeta, a maioria encontra-se a subir, mas a queda da EDP Renováveis impede ganhos do índice.

Quinta-feira foi dia de divulgação de resultados de várias empresas cotadas na bolsa lisboeta. A Altri e a EDP reportaram um aumento dos lucros e a Novabase e a REN apresentaram lucros inferiores ao ano passado.

A EDP perde 0,58% para 4,48 euros por ação, a REN 0,42% para 2,355 euros e a Altri 1,11% para 5,36 euros.

Apesar de a retalhista Jerónimo Martins avançar 3,67% para 17,105 euros por ação, não é suficiente para travar a descida provocada pela EDP Renováveis que cai 2,27% para 20,7 euros por ação. Também a NOS e a Semapa se encontram em terreno negativo na abertura desta sexta-feira.

Destaque para as "grandes" da bolsa de Lisboa que impedem uma perda mais expressiva do PSI-20, como os CTT (0,9% para 4,465 euros), a Galp (0,52% para 8,468 euros), o BCP (1,66% para 0,1228 euros) e a Sonae (2,3% para 0,824 euros).

No geral, 12 das 18 cotadas começaram o dia em terreno positivo, estando seis a descer.