Economia

Groundforce. Greves poderão ficar suspensas, após TAP garantir pagamento do subsídio de férias

Ministro acredita num desfecho positivo.

A TAP vai pagar o subsídio de férias e as anuidades em atraso aos trabalhadores da Groundforce. Ao mesmo tempo, a transportadora vai abreviar o pagamento das verbas vencidas no mês de junho do serviço de handling para pagar os salários de julho. Com estas garantias, as greves agendadas para o final do mês poderão ficar suspensas.

No Ministério das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos recebeu os diversos sindicatos e a Comissão de Trabalhadores. João Alves, da Comissão de Trabalhadores, foi um deles.

As reuniões terminaram com uma solução para desbloquear os pagamentos em falta. A TAP compromete-se a "proceder ao pagamento do valor correspondente ao subsídio de férias e às anuidades em atraso diretamente aos trabalhadores da Groundforce". No entanto, a tutela deixa a nota que o valor de handling relativo a junho é superior à verba necessária para pagar os salários.

Relativamente ao futuro da empresa, o ministro acredita num desfecho positivo nos próximos dias. Já o Presidente da República mostrou-se satisfeito com a medida.

Com estas garantias, as greves agendadas para o final do mês poderão ficar suspensas.