Economia

Novo Banco responde a Francisco Louçã

Em causa estão declarações relacionadas com a compra da antiga seguradora GNB Vida.

O Novo Banco reagiu às declarações de Francisco Louça, no comentário semanal desta sexta-feira na SIC Notícias, em particular no ponto em que afirma que o Novo Banco não revelou o último beneficiário da compra da antiga seguradora GNB Vida. Em comunicado enviado à SIC, o Novo Banco desmente as declarações de Louçã.

O Tabu de Francisco Louçã

O comunicado do Novo Banco:

"Por ser repetidamente falsa tal afirmação, necessita ser desmentida, repudiada e esclarecida.

1. A idoneidade do comprador, o fundo APAX, foi aferida pelo regulador do sector segurador a Autoridade de Supervisão de Seguros e Fundos de Pensões (ASF) e confirmada em comunicado, tornado público a 10 de agosto último de forma clara;

2. Sublinha-se que o fundo APAX, que adquiriu a seguradora herdada do antigo BES, é regulado pela entidade reguladora britânica Financial Conduct Authority (FCA);

3. Adicionalmente, o Novo Banco identificou o beneficiário efetivo do fundo de investimento comprador da GNB Vida, de acordo com os critérios fixados no artigo 30 da Lei 83/2017, de 18 de agosto, reforçados há menos de um mês por unanimidade pela Assembleia da Republica através da Lei n.º 58/2020, de 31 de agosto;

4. A informação do último beneficiário foi entregue ao Fundo de Resolução e ao Senhor Ministro das Finanças.

Não existe assim qualquer dúvida sobre o comprador da Seguradora GNB o seu beneficiário último, pelo que o Novo Banco é obrigado a desmentir e esclarecer as afirmações do comentador político".