Desporto

Paulo Bento comentou a transferência de Min-jae Kim para a Juventus

Getty Images

Selecionador da Coreia do Sul falou sobre a notícia avançada, em exclusivo, pelo programa 'Jogo Aberto' da SIC Notícias.

Paulo Bento, selecionador da Coreia do Sul, falou em conferência de impresa, sobre a transferência de Min-jae Kim para a Juventus.

O treinador português diz que não pode comentar assuntos que não estejam relacionados única e exclusivamente com a seleção:

"Não posso comentar nada sobre o futuro deste jogador ou assuntos relacionados com o seu clube atual. Ele sabe melhor o que está a acontecer. Só posso comentar quando se trata da seleção nacional. Ele é um jogador incrível com muitas habilidades."

Recorde-se que o 'Jogo Aberto' da SIC Notícias foi quem avançou que Min-jae Kim vai ser jogador da Juventus na próxima temporada.

O defesa central já chegou a acordo com a Juve no que diz respeito ao contrato. O jogador sul-coreano vai assinar um contrato até junho de 2025 e fica com uma cláusula de rescisão no valor de 45 milhões de euros.

O negócio está preso por um detalhe, mas o defesa já não foge à equipa italiana. Min-jae Kim tem contrato com o Beijing Guoan até dezembro de 2021, o que significa que ainda tem mais seis meses ao serviço da equipa chinesa. Em cima da mesa estão duas opções:

  • A Juventus e o Beijing Guoan chegam a um acordo para a transferência imediata de Min-jae Kim e o jogador é emprestado ao Sassuolo sem opção ou obrigação de compra até janeiro de 2022.

ou

  • Min-jae Kim cumpre o contrato até ao fim no Beijing Guoan, assinando já um pré-contrato com a Juventus onde fica definido que em janeiro é inscrito pela Juve a custo zero.

Neste momento está ao serviço da seleção da Coreia do Sul, orientada pelo português Paulo Bento, onde vai jogar quatro jogos de qualificação para o Mundial do Qatar de 2022.

  • A escola como uma gigantesca perda de tempo

    País

    Pode ser Eva. Fez um teste de Geografia e foi a única da turma a ter negativa. Dos seus olhos formosos e inexpressivos, num rosto negro como o touro do Herberto Helder, ruíram-lhe duas lágrimas. Mas daquelas que represam tanta água - tanta mágoa - que deixam cicatrizes aquosas. 43%.

    Opinião

    Rui Correia