Desporto

Treinador da Juventus despedido após eliminação da Liga dos Campeões

Massimo Pinca

Campeonato italiano foi a sua única conquista pela Juventus.

O italiano Maurizio Sarri foi este sábado despedido do cargo de treinador da Juventus, algumas horas após a eliminação nos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, face ao Lyon.

"A Juventus Football Clube comunica que Maurizio Sarri foi dispensado do cargo de treinador da equipa principal", indica o clube italiano, numa curta nota publicada na sua página oficial na Internet.

A equipa de Cristiano Ronaldo, que 'bisou' no encontro, venceu na sexta-feira em Turim os franceses do Lyon, por 2-1, mas o resultado foi insuficiente para garantir a passagem aos quartos de final, devido à derrota por 1-0 no primeiro jogo.

No jogo de sexta-feira, Memphis Depay fez o golo do Lyon, aos 12 minutos, de grande penalidade, antes de Cristiano Ronaldo, também de penálti, empatar aos 44, para, aos 60, apontar o 2-1, com um forte remate de pé esquerdo de fora da área.

Ainda no comunicado, a Juventus agradece a Sarri, e lembra que o treinador de 61 anos coroou a sua passagem pela equipa de Turim com a conquista esta época do nono 'scudetto' consecutivo.

O campeonato transalpino foi, porém, a sua única conquista pela Juventus, na qual só durou uma época, já que perdeu a final da Taça de Itália, com o Nápoles, caiu na Supertaça, face à Lazio, e nos 'oitavos' da 'Champions', perante o Lyon.

Na carreira, Sarri, que se notabilizou no Empoli e, depois, no Napóles, o que o levou a treinar uma época em Inglaterra, tem ainda no currículo a conquista da Liga Europa em 2018/19, ao serviço do Chelsea.

Jennifer Lorenzini