Desporto

"O FC Porto nos últimos anos tem andado completamente a dormir"

Entrevista: exclusivo online

Vítor Lopes

Vítor Lopes

Jornalista

Carlos Morais

Carlos Morais

Repórter de Imagem

Em entrevista à SIC Notícias, Nuno Lobo, candidato à presidência do FC Porto, agradece a Pinto da Costa, deixa vários recados para dentro do clube e avisa que não pode ter relações institucionais com um clube que lapidou o FC Porto, por isso garante que nunca se sentará na mesma mesa de Luís Filipe Vieira.

Nuno Lobo

50 anos

Empresário da área da restauração

Sócio do FC Porto número 17 801

Nasceu em Angola há 50 anos e veio para Portugal ainda muito novo.Tem raízes em Trás-os-Montes mas foi na cidade do Porto que se fixou. Concorre agora às eleições do FC Porto e por isso abriu as portas de casa para nos falar dos motivos que o levam a ir a votos. Diz que não está contra ninguém em particular, mas discorda do rumo tomado pelo clube nos últimos anos.

Da boca de Nuno Lobo não ouvimos nenhuma vez sair o nome de Benfica ou Sporting. Mas quando olhámos para o sofá verde da sala exclamou imediatamente que "os clubes não inventaram as cores".

Garante no entanto ser azul e branco por inteiro. E é esse amor ao clube que o faz querer ser Presidente do FC Porto.

Mas puxemos a "fita atrás". Qual é a primeira recordação que o candidato da Lista B tem do "FCP"?

"Boa pergunta, ainda ninguém me fez essa". O dia 17 de junho de 1979. Os azuis e brancos festejaram em casa o bicampeonato com uma vitória por 4-1 frente ao Barreirense.

Jorge Nuno Pinto da Costa ainda não era presidente dos "dragões". Chegou à liderança do clube em 1982.

"Estou eternamente grato a Pinto da Costa"

38 anos passaram e, por isso, Nuno Lobo mostra-se grato pelo trabalho desenvolvido pelo adversário, mas diz que é tempo de mudar.

"Estou eternamente grato, mas não é essa gratidão que vai trazer campeonatos, não é essa gratidão que vai tapar o buraco financeiro".

A construção de uma academia é talvez a proposta mais "vistosa" do programa da Lista B. Ao todo são 250 as propostas que poderão ser consultadas no site da Lista B, onde também pode ler a mensagem de Nuno Lobo aos sócios, que começa com o "amor Incondicional ao FCPorto".

Nuno Lobo diz que esta é uma promessa antiga do atual presidente do FC Porto, mas que agora quer ser ele a concretizar. E dá o exemplo de Sporting e Benfica...sem nunca os citar.

Quando lhe perguntámos se os portistas foram ultrapassados pelos rivais de Lisboa, a veia azul e branca obrigou-o a fazer uma pausa... para logo a seguir assumir que "o FC Porto nos últimos anos tem andado completamente a dormir".

"Vou levar até às últimas instâncias todos processos de corrupção desse clube (Benfica)"

E já que chegamos ao "tema quente" dos rivais, Nuno Lobo por esta altura vira as atenções para o Sport Lisboa e Benfica (sem nunca - voltamos a repetir - dizer o nome do clube encarnado).

Assume que caso seja eleito presidente do FC Porto, nunca se sentará na mesma mesa de Luís Filipe Vieira. Acusa a comunicação dos dragões de ter estado em silêncio quando o nome do Benfica foi envolvido em processos judiciais e que, com isso, os dragões saíram prejudicados.

E para rematar o assunto, diz que "não deixaram que o FC Porto fosse campeão a época passada e também não vão deixar que seja esta".

Os treinadores de Nuno Lobo

Depois das acusações, o discurso voltou a mudar de rumo... sempre com o horizonte das eleições bem presente.

A continuidade de Sérgio Conceição no comando técnico da equipa principal do FC Porto é um objetivo mas não uma certeza. Por isso há já um plano B. Vítor Pereira, Jorge Costa e Pedro Emanuel são alguns dos nomes com a "mistíca portista" que Nuno Lobo gostaria de ver no banco dos dragões.

O dinheiro vai começar a entrar nos cofres do FC Porto

Nuno Lobo diz "querer devolver o clube aos sócios" e por isso espera chegar aos 150 mil associados durante o mandato, caso seja eleito.

Na área financeira promete que o dinheiro vai começar a entrar nos cofres do clube depois de abrir as portas a futuros investidores e patrocinadores interessados em estar associados ao FC Porto. O passivo da SAD fixou-se em dezembro de 2019 nos 444 milhões de euros. Um valor muito alto que Nuno Lobo quer ver reduzido nos próximos anos.

"FC Porto não pode estar dependente da entrada na Liga dos Campeões"

Aumentar as receitas para deixar de depender da entrada na Liga dos Campeões... é o que quer o candidato às eleições do FC Porto, que recordou a eliminação na 3ª pré-eliminatória da competição frente aos russos do Krasnodar.

"Tenho a certeza que não vai haver debate entre os três candidatos"

José Fernando Rio e Pinto da Costa são os adversários de Nuno Lobo nas eleições da próxima semana. O líder da Lista B diz que gostava que houvesse mais candidatos.

Sobre este ato eleitoral, sente que falta um "debate a três". Mas que tem a certeza que esse debate não existirá. Pelo meio assumiu que já teve conversas "mais ou menos produtivas" com os outros candidatos".

"Bati palmas à redução de 40% dos salários dos jogadores, não vi nada sobre os salários chorudos dos administradores"

Para terminar, durante a pandemia foi notícia o corte de 40% nos salários dos jogadores e treinadores. Nuno Lobo deixa uma "bicada" à direção liderada por Pinto da Costa: "não vi essa mesma proposta sobre os salários chorudos dos administradores da SAD".

As eleições do FC Porto para os Órgãos Sociais do clube são no dia 6 e 7 de junho no Dragão Arena.

Nos próximos dias será publicado um trabalho sobre José Fernando Rio e Jorge Nuno Pinto da Costa