Desporto

Confrontos antes de dérbi nas Honduras fazem três mortos e vários feridos

STR

A violência começou antes do jogo de futebol entre o Motagua e o Olimpia.

STR

Três pessoas morreram e cerca de 10 ficaram feridas após confrontos entre adeptos de dois clubes de futebol rivais, na capital das Honduras, Tegucigalpa.

A violência começou no sábado à noite, antes do jogo entre o Motagua e o Olimpia. Segundo a BBC, adeptos do Olimpia atiraram pedras contra o autocarro da equipa rival, ferindo três dos jogadores.

O Motagua recorreu ao Twitter para publicar imagens dos danos causados no autocarro da equipa, assim como dos jogadores feridos a serem tratados no hospital. O clube responsabilizou os membros da claque do Olimpia, Ultra-Faithful: "Isto tem de ser severamente sancionado pelas autoridades."

Os confrontos continuaram dentro e fora do Estádio Nacional, mesmo depois das autoridades terem cancelado o jogo.

A porta-voz do hospital local confirmou que três pessoas morreram e outras sete foram atingidas a tiro ou esfaqueadas. Citada pela emissora britânica, Laura Schoenherr disse ainda que um dos feridos era um menino e outros três estavam em estado crítico.

Mais de 10 mil pessoas já estavam no estádio quando os confrontos começaram e foram apanhados na ofensiva das autoridades, que lançaram gás lacrimogéneo para dispersar os adeptos.

STR