Cultura

Morreu o artista plástico Julião Sarmento

Fotografia de arquivo datada de 22 de novembro de 2012, do artista plástico Julião Sarmento

ESTELA SILVA

Tinha 72 anos.

Morreu Julião Sarmento, o artista plástico não resistiu a um cancro. Tinha 72 anos

Julião Sarmento nasceu em Lisboa, em 1948. O artista plástico que representou Portugal na Bienal de Veneza, em 1997, iniciou a carreira nos anos 70 e combinou vários suportes nos trabalhos realizados. Sarmento trabalhou com a pintura, mas também com a fotografia, com o desenho, com o vídeo ou com o som.

Cruzou várias artes e são visíveis, na sua obra, referências ao cinema, à literatura ou à música. No ano passado editou um livro de fotografia, "Café Bissau", que reúne imagens captadas entre 1964 e 2017.

O trabalho de Julião Sarmento pode ver-se em vários pontos do país e está exposto em museus de cidades tão diversas como Madrid, Tóquio, Nova Iorque ou Bolonha. Além da já referida Veneza, também esteve presente, e mais do que uma vez, na bienal de Paris e na de São Paulo.

Recebeu prémios como o IL Lazio, em Itália, ou o AICA de artes visuais, que lhe foi entregue em 2012.

  • Investir agora na infância para poupar no futuro

    Desafios da Mente

    Assegurar o desenvolvimento saudável de todas as crianças é essencial para as sociedades que procuram alcançar o seu pleno potencial sanitário, social e económico. A prevenção da adversidade precoce deve ser uma preocupação diária e não apenas assunto no mês de abril, mês Internacional da Prevenção dos Maus-Tratos na Infância. Os Governos, as famílias, as comunidades e as organizações devem ser envolvidas a fim de alcançar estes objetivos.