Cultura

Autópsia confirma que causa da morte de Naya Rivera foi afogamento acidental

Kevork Djansezian

Corpo de Naya Rivera foi encontrado na última segunda-feira de manhã no lago Piru, na Califórnia.

A autópsia realizada confirmou que a causa da morte atriz da série Glee foi afogamento acidental. E, explicam ainda, que foi através de registos dentários que confirmaram a identidade de Naya Rivera.

O corpo da atriz, de 33 anos, não demonstrava lesões, não foi identificada qualquer doença que pudesse levar à morte, nem apresentava indícios de álcool ou droga. Dessa forma, o médico legista, informou em comunicado, que Naya Rivera morreu de afogamento acidental.

Familiares da atriz divulgaram, pela primeira vez, uma mensagem desde o desaparecimento de Naya Rivera.

"Estamos muito gratos por todo o carinho demonstrado pela Naya, pelo Josey e pela nossa família. Lamentamos a perda da nossa estrela, mas somos bastante abençoados por testemunhar o legado eterno que deixou."

O corpo de Naya Rivera foi encontrado na última segunda-feira de manhã no lago Piru - de acordo com o portal TMZ -, onde desapareceu enquanto passeava de barco com o filho de quatro anos, na tarde de quarta-feira.

Horas depois a notícia foi confirmada pelas autoridades locais. Segundo uma publicação do xerife local, na rede social no Twitter, tinha sido encontrado um corpo no sítio onde as autoridades procuravam a atriz.

Filho de Naya Rivera descreve momento do desaparecimento da mãe

Segundo o The New York Times, o filho da atriz "foi encontrado sozinho no barco por um homem que passava pelo local". Tinha o colete salva-vidas vestido, sendo que um segundo colete estava dentro da embarcação.

Naya e o filho de quatro anos, Josey Hollis Dorsey, estavam a nadar no lago Piru, no estado da Califórnia, quando a atriz desapareceu.

O filho voltou ao barco e, quando as autoridades chegaram, Josey disse que ambos estavam a nadar e que não sabia o que tinha acontecido com a mãe.