Dulce Salzedas

Dulce Salzedas

Jornalista

Foi o processo dos hemofílicos infectados com derivados de sangue que me lançou nestas questões da saúde. Estava já na SIC- da qual me orgulho de ser fundadora. Antes disso passei pelo jornal Século, Semanário, Antena 1 e agência Lusa. Posso dizer que me apaixonei pela area da saúde. Isso levou-me a conhecer hospitais, doentes, profissionais e sistemas de vários países. Não deixei, no entanto, de dedicar tempo a outro tipo de reportagens. A que mais me marcou foi a viagem de 28 dias num navio pesqueiro no agitado Atlântico norte. Mas pensando bem, não encontro nenhuma reportagem que não tivesse gostado de fazer. Tantos anos depois de ter começado, continuo a divertir-me e a ser feliz nesta profissão que me permite conhecer tantos locais e tantas pessoas diferentes e satisfazer a curiosidade que tenho pelo mundo.